About Me

Minha foto
@CarolHickmann
"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música." F. Nietzsche
Visualizar meu perfil completo

Todos os Textos

Carolina Hickmann. Tecnologia do Blogger.
domingo, 12 de junho de 2011
A cada quatro anos eu tenho um mês a mais de férias. Nada daquelas férias pacatas em uma fazenda ou então super animada em uma praia badalada destas que não faltam pelo Brasil, passo elas no meu sofá, acompanhada de café/chá pela manhã e junk food pela tarde, dispenso outros tipos de companhia. Aliás, eu estava esquecendo a companhia da principal diversão: Minha tevê.
Não é dever de ninguém entender do que estou falando por esta descrição simples, mas tenho certeza que aqueles que apreciam futebol tanto quanto eu já haviam entendido: Eu falo do período de férias mais emocionante, a Copa do Mundo. A mesma que estará aqui, no Brasil, em três anos. O estádio do meu time será sede, já me prometeram que irei em vários jogos, mal espero a distribuição das seleções pelo país e ojerizo vuvuzelas. Mas e aí?! E aquelas férias extras e tranquilas, como ficarão?
Eu ainda não tenho certeza de tudo, mas tenho certeza que terei de colocar uma placa na porta da minha casa escrita “Cerrado por fútbol" seguindo o exemplo do escritor uruguaio Eduardo Galeano. A diferença é que não estarei no sofá. E há coração que aguente?!
quinta-feira, 9 de junho de 2011
Sou de esquerda, não incomodem. Quem pode me julgar por sonhar com um mundo mais igualitário?! Vocês sonham com um mundo praticamente feudal, onde o poder é centralizado nas mãos de poucos e estes viram Senhores dos menos afortunados para multiplicar sua riqueza, destinando apenas uma parte insignificante dela pros que realmente fizeram ela multiplicar, e eu não julgo vocês!
Mas o pior de tudo! Estes pobres servos de gleba - que, como naquela época, constituem a maior parte da população - se submetem a isto com a ilusão de que um dia se tornarão nobres! A livre concorrência é a laranja podre do mundo, pois ela ilusiona esta percentagem maior da população, faz com que os mesmos achem que um dia chegarão a uma situação de vida mais elevada. Até pode acontecer, mas será que chegarão ao mesmo nível daqueles "nobres" que receberam riquezas da coroa?? Dá pro mercadinho da esquina compedir com o Hipermercado que fica no melhor ponto da cidade?? E eles se acomodam, não exigem melhoria, pois iludem a si mesmo quando dizem que podem!
Daí me pergunto, e pergunto para várias pessoas também: Por que não dividir a riqueza da coroa? Alguns respondem que "pobre não vai saber investir", pra estes eu respondo: Vocês são algum tipo de raça superior que precisa salvar à todos mas no seu íntimo só querem destruir aqueles coitados? Ouvi falar que um alemão louco fez isso já, e não terminou legal. Alguns respondem que tem que priorizar aqueles que se destacam, pra estes eu respondo que concordaria se a qualidade de ensino fosse a mesma para todos, se todos tivessem condições de aprendizagem igual, desde o mais miserável até o multimilionário, o que sabemos que não acontece e é o que eu busco numa sociedade. E existem outros, que simplesmente respondem que "socialismo é utopia, por isso são de direita, pois são realistas", talvez se todos estes que responderam assim, "sonhassem" um pouco mais, e se unissem aos que dão a cara a tapa e dizem que querem sim viver numa sociedade mais igual, DE VERDADE, sem se importar se será chamado de "comunista vagabundo", ou de PTista, sem nem ser - como é meu caso - a tal da utopia ficasse mais próxima.
Eu tinha tudo para ser de direita, extrema até. Quem conhece a minha família vai entender o porquê, mas não sou, fui contra o que muitos julgam ser a minha natureza. Mas graças a alguma entidade superior minha natureza não é individualista, e por mais que a sociedade ensine que o individualismo é mais lucrativo, eu não costumo dar ouvidos a velhos retrógrados caretas :)

Seguidores

Visualizações