About Me

Minha foto
@CarolHickmann
"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música." F. Nietzsche
Visualizar meu perfil completo

Todos os Textos

Carolina Hickmann. Tecnologia do Blogger.
sexta-feira, 1 de julho de 2011

postheadericon Livro antigo tem mais história.

Não adianta, livro velho tem bem mais história, nos passa até vivência. Ainda mais aqueles cheios de rabiscos, com anotações, poesias no verso e nomes de antigos donos na capa, às vezes até mais de um. Quanta história!
Imaginar que outra pessoa já leu o que tu tá lendo e sentiu coisas diferentes, ou iguais; pensar quantas vezes aquele livro já foi emprestado, ou dado, até chegar nas tuas mãos.
Hoje comprei um Machado de Assis, na primeira folha tem escrito "5/7/81 Gerson Luiz Pereira", esse livro sobreviveu a 4 anos de ditadura, viu o impeachmen do Collor, os caras pintadas, viu uma legião de fãs sofrer a morte de Raul Seixas e muito mais coisas que eu só ouvi falar.
Tá todo surrado: Páginas amarelas, orelhas, até durex prá remendar. Mas o que mais me intriga é saber em que época ele foi negligenciado a ponto de ter um buraco de traça em sua primeira folha. Calma, livrinho! Agora tu tá em boas mãos :) Espero que ainda te sobre gás para muito mais aventuras!

3 comentários:

Filipe Dias disse...

Que legal, adoro livro antigo usado :D
tenho um do Minote del pitchia"Amores de dulcineia" e tem uma inscrição de 1931. realmente, quanta carga emocional tem nesses livros..

gostei do post

Dona Quixote disse...

Nossa carol, livros antigos são tudo...bom não sei se vc era da época que para pegar o livro na bliblioteca era anotado seu nome no folhetinho de tras não seu numero de identificação e a data...nossa isso gerava mais histórias do que o próprio livro...

Dona Quixote disse...

esqueci de falar...ótimo blog!!!

Seguidores

Visualizações